compre aqui seu ingresso

Não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camisa sem manga e chinelos.

 

Dia 2 ,  às 20h

FIDELIO, de Ludwig van Beethoven

CORO E ORQUESTRA SINFÔNICA DO THEATRO MUNICIPAL

 

 

 

Única ópera escrita por Beethoven, com base no texto alemão de Joseph Ferdinand Sonnleithner,  é ambientada em Sevilha,  na Espanha, no fim do século XVIII. Dividida em dois atos, conta a história de Leonora, que, disfarçada de Fidelio, salva o seu marido Florestan de uma prisão por razões políticas. A jovem mulher desconfia que seu amado nobre espanhol possa ter sido preso injustamente pelo seu inimigo,

Don Pizarro,  governador da prisão. Passando-se por homem, ela se infiltra na cadeia para investigar.

  

Música – Ludwig van Beethoven

Iluminação – Beto Bruel

Cenários – Marcelo Lipiani

Figurinos – Antonio Medeiros e Tatiana Rodrigues

Direção cênica – Christiane Jatahy

Direção Musical e Regência – Isaac Karabtchevsky

 

Elenco: 

Leonore – Melba Ramos, soprano

Florestan – Martin Homrich, tenor

Rocco –  Savio Sperandio, baixo

Don Pizarro –Sebastian ​Noackbaixo-barítono

Don Fernando – Paul Armin Edelmann, baixo

Marzeline –​ Julie Davies, soprano

Jaquino – Santiago Ballerini, tenor

 

**Elenco sujeito  a modificação.

 Preços:

Frisas e camarotes – R$ 600,00

Plateia e balcão nobre – R$ 100,00

Balcão superior – R$ 80,00

Galeria – R$ 50,00

 

Duração: aproximadamente 3 horas​

Classificação etária: 5 anos.

 

PALESTRA FALANDO DE ÓPERA

​Apresentação: ​ Silvio Viegas                

Salão Assyrio - Avenida Rio Branco, s/nº

Entrada Franca, mediante a apresentação do ingresso (todos os dias da temporada, com início sempre 1h30 antes do espetáculo)

Duração: ​50 minutos

 

_______________________________________________________________________________________________________________

Dia  03 de Maio às 11:30*

TRAJETÓRIAS – BANDA FILARMÔNICA DO RIO DE JANEIRO

 

Trajetórias, o projeto recém-lançado pelo Theatro Municipal, tem a curadoria do Maestro Isaac Karabtchevsky, Presidente da Fundação Teatro Municipal, e oferece apresentações aos domingos, sempre às 11h30, com ingressos a R$ 10,00 e duração média de uma hora.

A nova série é constituída de concertos e espetáculos de dança com um amplo arco de estilos, que abrange desde o barroco até obras contemporâneas, passando também pela música popular.

A orquestra de sopros Banda Filarmônica do Rio de Janeiro – BFRJ é uma associação cultural sem fins lucrativos que tem como objetivo principal a execução da música para sopros e percussão em seu mais alto nível.

Composta por cerca de 60 músicos, a BFRJ tem levado, desde sua fundação em 2010, música de qualidade a todos os estratos da sociedade tendo se apresentado em diversos espaços culturais e eventos importantes no cenário cultural do Estado do Rio de Janeiro como: Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Teatro Oi Casa Grande, Teatro João Caetano, Teatro Municipal de Niterói, Espaço Tom Jobim, Casa de Rui Barbosa, Centro Cultural da Justiça Federal, Biblioteca Parque de Manguinhos, Festival Villa-Lobos, Rio Cello Encounter e Projeto Candelária, entre outros.

Junto à BFRJ apresentaram-se artistas nacionais e internacionais das mais variadas vertentes como: Jacques Mauger (trombone – França), Friedrich Kleinhapl (violoncello – Áustria), Daniel Guedes (violino), Clarice Niskier (atriz), Carlinhos de Jesus (bailarino) e Bateria mirim da Beija Flor.

Em 2015 a BFRJ realiza sua Temporada Artística prestando uma homenagem aos 450 anos da Cidade do Rio de Janeiro. A programação artística contém obras de compositores cariocas ou alusivas à cidade com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

 

A Direção Artística da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro está a cargo do Maestro Antonio Seixas.

 

Programa:

 

Dimitri Cervo – Abertura Rio 450 Anos

Padre José Maurício Nunes Garcia – Abertura em Ré

Heitor Villa-Lobos– O Trenzinho do Caipira (Bachianas Brasileiras n. 2)

Lourenço Lamartine – Aguenta Seu Fulgêncio (Participação Especial do Grupo Água de Moringa)

Radamés Gnattali – Suíte Retratos (Participação Especial do Grupo Água de Moringa)

Tom Jobim e Vinicius de Moraes – Garota de Ipanema e Corcovado

Chico Buarque, Toquinho e Vinicius de Moraes – Samba de Orly

Jorge Benjor – Mas Que Nada

Regência: Antonio Henrique Seixas

 

Preço único - R$ 10,00

 

(*) Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto crianças até 10 anos.

______________________________________________________________________________________________________________

Dia 07, às 21h

FESTIVAL O BOTICÁRIO NA DANÇA – ANIMAL / VEGETABLE / MINERAL

Michael Clark Company

 

 

No espetáculo Animal/Vegetable/Mineral, Michael Clark dá continuidade ao seu já consagrado histórico de estreitas colaborações com artistas contemporâneos como designers e músicos. Na trilha sonora o programa traz músicas de Relaxed Muscles, Scritti Politti e Sex Pistols. O espetáculo foi muito bem recebido por público e crítica desde a sua estréia em Glasgow, na Escócia. Na sua primeira temporada de duas semanas no renomado Barbican Theatre, tradicional centro cultural da capital Britânica, o programa foi assistido por mais de 8 mil pessoas e escolhido como destaque cultural do ano pelos jornais Daily Telegraph e The Times. Em 2013, a obra recebeu nova produção, se expandiu e conquistou nova enxurrada de críticas positivas, saindo novamente em turnê. Julie Cunningham, bailarina da Cia, recebeu o prêmio da mais espetacular performance feminina da temporada e o espetáculo conquistou o prêmio Robert Robson do Manchester Theatre Award.

 

Preços:

 

Frisas e Camarotes – R$ 360,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 60,00

Balcão Superior – R$ 40,00

Galeria – R$ 10,00

 

 

 

Classificação etária:  14 anos

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Dia 08, às 21h

FESTIVAL O BOTICÁRIO NA DANÇA - TOROBAKA

Israel Galvan & Akram Khan

 

 

 

Akram Khan; Israel Galván; Khan; Galván; a sintonia de seus nomes já nos leva ao palco. Dança antes de se tornar arte. Esta transição, este espaço intermediário, este interstício é onde operam. Esta não é, naturalmente, uma troca étnica entre tradições, um exercício de dança global. Trata-se de criar algo a partir de uma forma de entendimento da dança –  derivada, certamente, de dança kathak e flamenco – situada nas origens da voz e do gesto, antes de começarem a produzir sentido. Mimesis em vez de mimetismo. O caçador, perdido no campo, imita os passos do animal que caçar. As palavras ainda a estão por ser definidas, sons guturais que são entendidos quase como ordens, vozes de comando. Cada parte do corpo é expressiva, os movimentos são lidos, funcionam. Torobaka! Também não há nenhuma necessidade de primitivismo. Em um dos ensaios Khan e Galván lutaram com Toto-vaca, um poema fonético de inspiração Maori de Tristan Tzara. Foi automática. O touro (toro) e a vaca os animais sagrados das tradições dos dançarinos, mas unidos, profanados (no sentido original da palavra, para restaurar as coisas para o seu uso comum), em um livre poema dadaísta. Israel Galván e Akram Khan. É disto que se trata, dançar sem concessões para o publico percebê-la como arte.

 

Preços:

 

Frisas e Camarotes – R$ 360,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 60,00

Balcão Superior – R$ 40,00

Galeria – R$ 10,00

 

 

Classificação etária:  14 anos

______________________________________________________________________________________________________________

 

Dia 09, às 21h

FESTIVAL O BOTICÁRIO NA DANÇA –11TH FLOOR

Cullberg Ballet

 

 

11th Floor, coreografado com exclusividade para o Cullberg Ballet por Edouard Lock. "Décimo primeiro andar. uma narrativa definida como uma escalada pelo o tempo e pela memória onde cada espaço guarda uma história. Sem exterior. Sem vista”. " Edouard Lock Coreógrafo Reconhecido internacionalmente Edouard Lock criou 11th Floor  – (Décimo primeiro andar) – especialmente para o Cullberg Ballet. O trabalho é inspirado pelo Jazz, pelos filmes noir da década de 1950, e se concentra em um crime passional velado, relações instáveis e tensões reprimidas. Com música escrita especialmente por Gavin Bryars e figurinos de Ulrika van Gelder, 11th Floor é uma peça de época elegante, clássica e sofisticada.

 

Preços:

 

Frisas e Camarotes – R$ 360,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 60,00

Balcão Superior – R$ 40,00

Galeria – R$ 10,00

 

Classificação etária:  14 anos

 

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Dia  10,  às 11:30*

TRAJETÓRIAS – BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO

 

Trajetórias, o projeto recém-lançado pelo Theatro Municipal, tem a curadoria do Maestro Isaac Karabtchevsky, Presidente da Fundação Teatro Municipal, e oferece apresentações aos domingos, sempre às 11h30, com ingressos a R$ 10,00 e duração média de uma hora.

A nova série é constituída de concertos e espetáculos de dança com um amplo arco de estilos, que abrange desde o barroco até obras contemporâneas, passando também pela música popular.

O Balé da Cidade de São Paulo foi criado em 1968, assumiu o atual perfil de dança contemporânea em 1974 e tornou-se presença destacada no cenário sul-americano. Seu rigor e padrão técnico atraem os mais importantes coreógrafos brasileiros e internacionais, interessados em criar obras para seus bailarinos e artistas.

 

Gratuito**

  

(*) Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto crianças até 10 anos.

(**) A distribuição de ingressos será no dia do espetáculo.

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Dia 10, às 19h30

 

FESTIVAL O BOTICÁRIO NA DANÇA – CANTATA E CACTI

Balé da Cidade de São Paulo

 

Cantata é uma explosão coreográfica com as típicas cores vibrantes do Sul. Seus gestos apaixonados e viscerais evocam um tipo de beleza selvagem do Mediterrâneo. Uma dança instintiva e vital que explora as várias facetas da relação entre homem e mulher: sedução, paixão, brigas, ciúme. Cantata homenageia a cultura italiana e a tradição musical, uma obra popular no sentido mais elevado do termo. Inclui música italiana de 1700 e 1800 que vão de canções de ninar até pizziche Salentina e serenatas Napolitanas. Nesta obra, criada após encontro com um grupo de músicos de Nápoles e Puglia, dança e música se misturam fortemente.

 Preços:

Frisas e Camarotes – R$ 360,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 60,00

Balcão Superior – R$ 40,00

Galeria – R$ 10,00

 

 

Classificação etária: 14 anos

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Dia 11 , às 20h
Dia 12 , às 20h

PIAF! O SHOW – ANNE CARRERE

Celebrando os 100 Anos de Nascimento de Edith Piaf

 

Inspirado no filme vencedor do prêmio La Môme e grande sucesso em todo o mundo, Piaf! O Show conta a incrível história de vida e da carreira da inesquecível diva da música Edith Piaf, através de todas as suas canções de sucesso, interpretadas pela voz incrível de Anne Carrere. 

Ambientado na Paris de 1950 e no melhor clima La Vie en Rose (o maior sucesso da diva), uma viagem pelas ruas de Montmartre e ao Olympia.
Duração: 110 minutos, com intervalo

 

Preços:


Frisas e Camarotes –  R$ 1.200,00 

Plateia e Balcão Nobre – R$ 280,00

Balcão Superior – R$ 120,00

Galeria – R$ 80,00

 

Duração: 110 minutos, com intervalo

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Dia  17 de Maio às 11:30*

TRAJETÓRIAS – JOHANN SEBASTIAN RIO

  

Trajetórias, o projeto recém-lançado pelo Theatro Municipal, tem a curadoria do Maestro Isaac Karabtchevsky, Presidente da Fundação Teatro Municipal, e oferece apresentações aos domingos, sempre às 11h30, com ingressos a R$ 10,00 e duração média de uma hora.

A nova série é constituída de concertos e espetáculos de dança com um amplo arco de estilos, que abrange desde o barroco até obras contemporâneas, passando também pela música popular.

A orquestra que faltava no Rio de Janeiro traz a proposta de renovar os formatos de apresentação da música clássica, renovando também o público. A Johann Sebastian Rio prepara seu primeiro concerto ao vivo no Theatro Municipal com apresentações leves, despojadas e de alta qualidade artística e técnica sob a direção artística de Felipe Prazeres e assessoria artística de Eduardo Pereira e Ivan Zandonade.

 

Programa​

Vivaldi- Presto do Verão

Vivaldi - concerto em Lá maior

Villa Lobos - preludio da Bachiana 4 (com poesia em homenagem aos 450 anos do Rio)

Bach - Badinerie

Arvo Part - Collage Uber Bach

Bach - Erbame Dich (com participação da mezzo soprano Carolina Faria)

Corelli - concerto grosso em Ré Maior

Geminiani - La follia (com participação da bailarina Liana Vasconcelos)

Piazzolla​ ​- Oblivion

Jacob do Bandolim - Noites Cariocas​​

 

Preço único - R$ 10,00

 

(*) Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto crianças até 10 anos.

 

____________________________________________________________________________________________________________

Dia 19, às 20:00

Madeleine Peyroux

 

Dona de uma bela voz e um estilo único, Madeleine Peyroux é uma das grandes sensações do jazz contemporâneo. Considerada por muitos como a sucessora de Billie Holiday, a cantora americana volta ao Brasil para um show especial no Theatro Municipal do Rio. Conhecida por sua interpretação charmosa e melancólica, Madeleine tem um faro apurado para garimpar repertório longe do óbvio. Indo de Leonard Cohen a Tom Waits, de Bob Dylan a Serge Gainsbourg, ela tem o dom de deixar os clássicos ainda mais perfeitos. O show da turnê "Keep Me In Your Heart for A While - The Best of Madeleine Peyroux" conta com formação intimista de um trio com voz, guitarra e baixo. O programa apresenta uma antologia musical de 20 anos de carreira para o delírio dos antigos e novos fãs. Segundo a artista, “música só existe ao vivo”. E seu espetáculo é prova disso, uma experiência íntima de comunhão com a plateia, repleta de sucessos como “Dance me to the end of love”, “La Vie en Rose” e “I’m all right”. Em sua nova passagem pelo país, Madeleine Peyroux deixa claro porque é uma diva de sua geração.

 

Preços:

Frisas e Camarotes –  R$ 1500,00 

Plateia e Balcão Nobre – R$ 250,00

Balcão Superior – R$ 150,00

Galeria – R$ 60,00

 

____________________________________________________________________________________________________________

 

 

Dia 22, às 20h


Orquestra Petrobras Sinfônica
Série Djanira II



 

Programa

 ERNANI AGUIAR
Abertura “À Italiana”
OTTORINO RESPIGHI
Concerto Gregoriano
Felix mendelssohn
Sinfonia nº 5, op. 107 - A Reforma


Isaac Karabtchevsky, regente
Domenico Nordio, violino

 

Preços


Frisas e Camarotes – R$576,00

Plateia e Balcão Nobre – R$96,00

Balcão Superior – R$50,00 

Galeria – R$20,00

 

____________________________________________________________________________________________________________

 

 

Dia 23, às 20​h

Orquestra Sinfônica Brasileira

Série Ametista II

 

Michael Faust, flauta

EDINO KRIEGER – Abertura Carioca

PĒTERIS VASKS – Concerto para flauta

DMITRI SHOSTAKOVICH – Sinfonia nº 12 em ré menor, Op. 112 - "O ano 1917"

 

Roberto Minczuk, regência

Preços:

Frisas e Camarotes – R$ 1.050,00

Balcão Nobre – R$ 140,00

Plateia – R$ 100,00

Balcão Superior – R$ 60,00 

Galeria – R$ 20,00

 

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Dia  24 de Maio às 11:30*

 

TRAJETÓRIAS

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – CONCERTOS DA JUVENTUDE

 

​Trajetórias, o projeto recém-lançado pelo Theatro Municipal, tem a curadoria do Maestro Isaac Karabtchevsky, Presidente da Fundação Teatro Municipal, e oferece apresentações aos domingos, sempre às 11h30, com ingressos a R$ 10,00 e duração média de uma hora.

A nova série é constituída de concertos e espetáculos de dança com um amplo arco de estilos, que abrange desde o barroco até obras contemporâneas, passando também pela música popular.

 

Programa:

FRANCISCO M. SILVA / OSÓRIO DUQUE ESTRADA – Hino Nacional Brasileiro

BENJAMIN BRITTEN – Guia Orquestral para a Juventude op. 34 (Variações e Fuga sobre um tema de Purcell)

PETERIS VASKS – Concerto para Flauta e Orquestra  II. Quasi una Burlesca

M. CAMARGO GUARNIERI – Dança Brasileira

 

Solista: Michael Faust, flauta

Participação: Coro das Crianças da OSB - Julio Moretzsohn (regência)

Regência: Roberto Minczuk

 

Preço único - R$ 10,00

 

(*) Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto crianças até 10 anos.

_______________________________________________________________________________________________

 

Dias 28, 29 e 30 de Maio às 20H,

31 de Maio, às 18H

04, 05 e 06 de Junho às 20H

 

Ballet Repertórios –  Les Sylphides – Raymonda – A Sagração da Primavera

BALLET E ORQUESTRA SINFÔNICA DO THEATRO MUNICIPAL

 

 

Para abrir a temporada de dança 2015, o Ballet do Theatro Municipal ​apresenta três coreografias que mostram a trajetória e a efervescência do cenário artístico dos ballets russos entre os séculos XIX e XX. Baseado numa lenda medieval, o ballet Raymonda foi criado em 1898 por Marius Petipa sobre música de Glazunov. Neste programa será levado o seu mais célebre trecho, o pas-de-dix do terceiro ato. Já Les Sylphides estreou em 1909 e foi criado por Michel Fokine para os Ballets Russes, sobre composições de Chopin. Na época, esta coreografia foi considerada revolucionária, por utilizar novas técnicas de dança clássica. Em cima de sua estrutura, Fokine inseriu técnicas de bailado conhecidas hoje em dia como abstratas. A terceira coreografia, A Sagração da Primavera (Le Sacre du Printemps), é uma das obras mais emblemáticas do século XX. Composta em 1913 por Stravinsky, também para os Ballets Russes e coreografada por Vaslav Nijinsky, de tão inovadora, rompe definitivamente os padrões estabelecidos para a dança clássica. Nos anos 1990, a americana Millicent Hodson coreografou esta versão a partir de Nijinsky e o inglês Kenneth Archer assina os cenários e figurinos a partir de Nicolas Roerich.

 

Regência, Javier Logioia

 

Preços:

Frisas e camarotes – R$ 600,00

Plateia e balcão nobre – R$ 100,00

Balcão superior – R$ 80,00

Galeria – R$ 50,00

________________________________________________________________________________________________________________

 

Dia  31 de Maio às 11:30*

TRAJETÓRIAS – CIA DE DANÇA ‘NA BATALHA’

 

 

​Trajetórias, o projeto recém-lançado pelo Theatro Municipal, tem a curadoria do Maestro Isaac Karabtchevsky, Presidente da Fundação Teatro Municipal, e oferece apresentações aos domingos, sempre às 11h30, com ingressos a R$ 10,00 e duração média de uma hora.

A nova série é constituída de concertos e espetáculos de dança com um amplo arco de estilos, que abrange desde o barroco até obras contemporâneas, passando também pela música popular.

O espetáculo NA BATALHA promete ser uma "quebradeira" que une diversas linguagens artísticas. A ideia principal é popularizar a dança Passinho já conhecida nas comunidades e apresentá-la através de seus próprios dançarinos de uma forma bem singular, e contando a história do próprio ritmo desde as raízes na soul music americana, com a narração dos compositores Praga e Vadinho.

 

Direção artística: Raul Fernando

Direção e Elaboração: Julio Ludemir

Coreografias: Lavínia Bizzotto e Rodrigo Vieira

Direção Musical: DJs Sany Pitbull e GrandMaster Raphael

 

 Preço único - R$ 10,00

 (*) Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto crianças até 10 anos.

 

Os ingressos para frisas e camarotes são vendidos somente na bilheteria do Theatro Municipal. Os ingressos para plateia, balcão nobre, balcão superior e galeria também podem ser adquiridos através dos pontos de vendas telefônicas, remotas e do “site” da INGRESSO.COM, cuja operação seja a retirada de bilhetes na Bilheteria do Theatro Municipal, deverão ser  entregues na entrada do Salão Assyrius

– acesso Av. Rio Branco, no período de 01 (uma) hora de antecedência da abertura do espetáculo.

 

Horário da bilheteria: 

Segunda a sexta, sábados, domingos e feriados --10h às 18h.

Nos dias de espetáculos, das 10h até a hora do início da apresentação.


Não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camisa sem manga e chinelos.
Bilheteria: Boulevard (entrada Rua Evaristo da Veiga)

mapa