compre aqui seu ingresso

 

 

 

Dia 1º, às 20h

 

COMPAGNIE KÄFIG – PIXEL

 

 

Temporada de Dança Dell’Arte

 

 

 

Mundialmente aclamada, a companhia de Mourad Merzouki foi criada em 1996. Merzouki soube expandir a linguagem do hip-hop para um cruzamento de múltiplas disciplinas: circo, artes marciais, artes plásticas e dança contemporânea, sem perder de vista as raízes de sua dança, suas origens sociais e geográficas.

 

A companhia trará pela primeira vez ao Brasil o espetáculo Pixel, que nasceu do conceito da união da dança às projeções digitais criadas por Adrien Mondot e Claire Bardaine. Em Pixel, homens e projeções são unidos com extrema graça e leveza. São 11 bailarinos evoluindo em um ambiente de sonho, na fronteira entre o virtual e a realidade. Um trabalho sobre a ilusão, conjugando a energia e a poesia, ficção e proeza técnica, hip hop e circo.

 

 

Preços:

 

Frisas e Camarotes –  R$ 1.080,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 180,00

Balcão Superior – R$ 120,00

Galeria – R$ 80,00

Galeria Promocional – R$ 40,00

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Dia 4, às 21h

 

 

PEPPINO DI CAPRI – 60 ANOS DE SUCESSO

 

 

 

 

Cantor e compositor romântico italiano de maior sucesso no mundo, Peppino di Capri volta ao Rio para celebrar seis décadas de carreira, após dois anos de seu mais recente show na cidade. Nascido na Ilha de Capri em 27 de julho de 1939, Peppino di Capri entrou nas paradas de sucesso pela primeira vez em 1958, com a canção Malatia. Ele e seu grupo Rockers procuravam misturar a música napolitana de seu país com rock, twist, mambo, jazz e outros ritmos, dando um ar mais jovial e cativante a suas canções.

 

A fama do artista aumentou ainda mais a partir do momento em que começou a participar do célebre Festival de San Remo, o mais importante da música italiana, que foi vencido por ele em 1973 com Un Grande Amore e Niente Piu e em 1976 com Non Io Faccio Pio. Em 1973, foi a vez de invadir as paradas mundiais com a balada Champagne, que se tornou um clássico instantâneo. Graças ao seu romantismo e a uma presença de palco cativante, Peppino di Capri consolidou sua carreira, e em 1988 lançou o álbum “In Concerto”, gravado ao vivo no ano anterior no mitológico Royal Albert Hall, em Londres, local reservado apenas para os grandes astros da música popular e erudita.

 

 

Preços:

 

Frisas e Camarotes –  R$ 1.800,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 400,00

Especiais Def. – R$ 400,00

Balcão Superior – R$ 250,00

Galeria – R$ 150,00

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Dia 09, às 20h

 

ORQUESTRA GULBENKIAN

com LAWRENCE FOSTER, regente

e ANTONIO MENESES, violoncelo

 

SÉRIE CONCERTOS INTERNACIONAIS – DELL’ARTE

 

Solista Antonio Meneses, violoncelo

 

 

A Gulbenkian é considerada uma das orquestras mais importantes da Europa, tanto pela envergadura do seu repertório como por sua enorme versatilidade interpretativa.  Sob a direção de Lawrence Foster, nesta turnê conta com a presença do excepcional violoncelista Antonio Meneses como solista convidado.

 

 

Programa a ser anunciado.

 

 

  • Regência Lawrence Foster

 

 

Preços:


Frisa e Camarote – R$
3.000,00
Plateia e Balcão Nobre – R$ 500,00
Balcão Superior – R$ 240,00
Galeria – R$ 120,00
Galeria Promocional – R$ 50,00 

  

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Dias 18, 22 e 24, às 20h

Dia 20, às 17h

 

 

JENŮFA  Ópera em três atos

 

 

CORO E ORQUESTRA SINFÔNICA DO THEATRO MUNICIPAL

 

 

Música Leoš Janáček (1854-1928)

 

Libreto Do compositor

                  (Baseado na peça Její pastorkyňaSua Enteada – de Gabriela Preissová)

 

  • Coprodução com a Companhia Ópera Livre

 

  • Concepção e Direção Cênica André Heller-Lopes

 

  • Direção Musical e Regência Rodolfo Fischer

 Esta é a mais conhecida ópera do compositor tcheco Leoš Janáček, que levou cerca de dez anos para concluí-la. Com libreto do próprio compositor, é baseada na dramática peça Její Pastorkyňa – Sua Enteada –, de Gabriela Preissová, que, em linguagem realista, trata do difícil tema do infanticídio. Será a estreia no Rio de Janeiro da montagem realizada na cidade de Brno, de 1908, em coprodução com a Companhia Ópera Livre, na versão do diretor André Heller-Lopes.

 

 

Elenco:

  • Jenůfa Gabriella Pace

  • Kostelnička Buryjovka Eliane Coelho

  • Laca Klemeň Eric Herrero

  • Števa Buryja Ivan Jorgensen

  • Starek, o velho moleiro Leonardo Neiva

  • Starenka Buryjovka, a matriarca Carolina Faria

  • Prefeito Vinicius Atique

 

  • Cenários Daniela Taiana

  • Figurinos Sofia di Nunzio

  • Desenho de Luz Fábio Retti

 

 

Preços:

 

Vendas Avulsas:

 

Frisas e Camarotes – R$ 600,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 100,00

Balcão Superior – R$ 72,00

Galeria – R$ 36,00

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Dia 25, às 20h

 

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA - SÉRIE DJANIRA

 

 

 ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA - SÉRIE DJANIRA

 

  • Isaac Karabtchevsky, regente

  • Ricardo Amado, violino

  • Hugo Pilger, violoncelo

 

  

Programa:
 

  • Mateus Freire Abertura sinfônica

  • Johannes Brahms Concerto duplo para violino e violoncelo, op. 102 

  • Antonín Dvořák Sinfonia nº 9 "Novo mundo" em mi menor, op. 95

 

 

Preços:


Frisa e Camarote – R$
576,00
Plateia e Balcão Nobre – R$ 96,00
Balcão Superior – R$ 50,00
Galeria – R$ 20,00

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Dia 27, às 20h

 

GUILHERME ARANTES – 40 ANOS DE CARREIRA

 

 

Guilherme  Arantes

 

 

 

Cantor, compositor e tecladista paulistano, Guilherme Arantes celebra 40 anos de trajetória artística em show intimista, no formato voz e piano. Ao longo da apresentação, entre uma música e outra, ele contará bastidores de sua carreira e também dará detalhes de como compôs cada uma dessas canções que embalam gerações, com suas melodias envolventes e letras românticas e libertárias. O artista lançará em breve pela Sony Music uma caixa retrospectiva composta por 23 CDs, sendo 21 deles seus trabalhos de estúdio, um ao vivo e uma coletânea dos seus singles lançados originalmente apenas em compactos de vinil.

 

Já se vão quatro décadas desde que Guilherme Arantes emplacou o seu primeiro sucesso, em 1976: Meu Mundo e Nada Mais, tema da novela Anjo Mau, da TV Globo, que atingiu o primeiro lugar nas paradas. A carreira de Guilherme, nascido em 28 de julho de 1953, começou a despontar quando ele integrava o grupo de rock progressivo Moto Perpétuo, com o qual gravou um único álbum. Mas foi como artista-solo que consolidou a carreira. Logo com seu primeiro disco individual, Guilherme Arantes (1976), conquistou o público com hits marcantes como Meu Mundo e Nada Mais, Descer a Serra, Nave Errante e Cuide-se Bem. Logo a seguir, passou a emplacar sucessivas canções em trilhas de novelas da TV Globo, a exemplo de Cuide-se Bem e Amanhã.

 

 

 

Preços:

 

 

Frisas e Camarotes   –  R$ 1.560,00

Plateia e Balcão Nobre  – R$ 260,00

Balcão Superior   – R$ 180,00

Galeria  – R$ 120,00

Os ingressos para frisas e camarotes são vendidos somente na bilheteria do Theatro Municipal. Os ingressos para plateia, balcão nobre, balcão superior e galeria também podem ser adquiridos através dos pontos de vendas telefônicas, remotas e do “site” da INGRESSO.COM, cuja operação seja a retirada de bilhetes na Bilheteria do Theatro Municipal, deverão ser  entregues na entrada do Salão Assyrius – acesso Av. 13 de maio (Boulevart ), no período de 01 (uma) hora de antecedência da abertura do espetáculo.

 

Horário da bilheteria: 

Segunda a sexta, sábados, domingos e feriados --10h às 18h.

Nos dias de espetáculos, das 10h até a hora do início da apresentação.


Não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camisa sem manga e chinelos.
Bilheteria: Boulevard (entrada Rua Evaristo da Veiga)

 

mapa