Programação

Ópera Jenufa 1 - low - Crédito Liliana Morsia

Última ópera do compositor tcheco Leoš Janáček, que levou cerca de dez anos para concluí-la. Com libreto do próprio compositor, é baseada na dramática peça Její Pastorkyňa (Sua Enteada), da escritora Gabriela Preissová, que, em linguagem realista, trata do difícil tema do infanticídio. Será a estreia no Rio de Janeiro da versão original de Brno, de 1908, em coprodução com a Companhia Ópera Livre, na versão do diretor André Heller-Lopes.

ABR 2 e 9, 17h | ABR 4 e 7, 20h
PRIORITARIA KAMASI
Série Jazz All Nights Dell'Arte

Kamasi Washington

Eclético e versátil, Kamasi Washington transita muito além do jazz, passando pelo hip-hop, o funk, o soul, a música gospel e até mesmo a clássica. Sua lista de parcerias inclui Snoop Dog, Kendrick Lamar, Lauryn Hill, Wayne Shorter e Herbie Hancock. Ele, no entanto, se recusa a aceitar esses rótulos, uma vez que, para ele, a música não possui fronteiras.

ABR 5, 20h
NEY MATOGROSSO - FOTO

Celebrando 200 apresentações do premiado projeto Atento aos Sinais, Ney Matogrosso fará show comemorativo no Theatro Municipal em noite única. O espetáculo é parte da turnê que estreou em fevereiro de 2013, passou pelas principais capitais do país e também esteve em Portugal, Argentina e Uruguai. 

ABR 8, 20h30
DellArte 2017 - Phillippe - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

Philippe Jaroussky

Detentor dos prestigiosos prêmios Victoires de la Musique (2004, 2007 e 2010) e Echo Klassik (2008), o contratenor Philippe Jaroussky é hoje um dos nomes mais importantes da cena lírica internacional. O cantor apresentará árias de Haendel para castrati, com a orquestra de câmera francesa Le Concert de la Loge.

ABR 19, 20h
C

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional.

ABR 21, 20h
Uma Noite em Buenos Aires 2017 - Divulgação Poladian

Com direção musical do consagrado Maestro Calos Buono , esta nova edição fará um Tributo a Astor Piazzolla  em um espetáculo que reúne os cantores Amelita Baltar e Alberto Bianco, a Orquestra de Maestros Virtuoses e os Bailarinos Campeões Mundiais de Tango. Alguns sucessos de Piazzolla estão garantidos no repertório como LibertangoAdios Nonino e Balada Por un Loco.

MAI 7, 20h
PRIORITÁRIA ARA MALIKIAN-5
Concerto

Ara Malikian

Ara Malikian é sem dúvida um dos mais brilhantes e expressivos violinistas do momento. Libanês de origem armênia, ele é possuidor de um estilo próprio, forjado a partir de suas origens e ricas vivências musicais.

MAI 13, 20h
Peppino-di-Capri e le Canzione D-Amore - Foto Nova - LOW - Poladian 2017

Peppino Di Capri é sinônimo de música romântica de sucesso. Há seis décadas, ele nos brinda com deliciosas canções celebrando o amor, embaladas em belas melodias e arranjos delicados e envolventes. Relembre os grandes hits do cantor e compositor italiano de maior sucesso no mundo em um show inesquecível.

MAI 16, 20h30
C

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional.

MAI 19, 20h
DellArte 2017 - Benjamin Grosvenor - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

Benjamin Grosvenor

O britânico Benjamin Grosvenor é um dos pianistas jovens mais notáveis da atualidade. Sua sonoridade foi definida pelo crítico do jornal The Independent como “poética e suavemente irônica, brilhante, mas analítica, inteligente, mas não desprovida de humor, tudo isto traduzido por um toque lindamente claro e cantante”.

MAI 21, 17h
DellArte 2017 - Prague Philharmonia - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

Prague Philharmonia

Primeiro conjunto sinfônico a se apresentar nesta Série, a Prague Philharmonia nasceu em 1994, com o nome de Philharmonia de Câmara de Praga e trouxe um novo sopro ao cenário da música tcheca. A regência será de Milan Turkovic, que antes de ser maestro se notabilizou como um dos maiores fagotistas do mundo, dirigindo importantes orquestras internacionais. A apresentação terá como solista Rebekka Hartmann, um dos mais notáveis valores da nova geração de violinistas. Segundo a crítica, Rebekka possui técnica, entoação e cuidado musical imaculados e perfeitos.

JUN 22, 20h
OPES - Série Portinari-1- cortada

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional.

JUN 24, 16h
SONIA RUBINSKY

Heitor Villa-Lobos é qualificado na literatura musical internacional como um dos mais importantes criadores do Século XX e o maior compositor brasileiro de todos os tempos. Em homenagem a seus 130 anos de nascimento e para oferecer ao público um panorama da imensa produção do compositor, coros e orquestras do Rio de Janeiro se unirão numa série especial de apresentações ao longo do ano. Neste concerto a pianista Sônia Rubinsky será acompanhada pela Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense – UFF, sob a regência do maestro Tobias Volkmann.

JUN 25, 17h
C

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional.

JUL 7, 20h
Nelson Freire - Série Villa-Lobos 130 Anos

Heitor Villa-Lobos é qualificado na literatura musical internacional como um dos mais importantes criadores do Século XX e o maior compositor brasileiro de todos os tempos. Em homenagem a seus 130 anos de nascimento e para oferecer ao público um panorama da imensa produção do compositor, coros e orquestras do Rio de Janeiro se unirão numa série especial de apresentações ao longo do ano. Neste concerto o pianista Nelson Freire será acompanhado pela Orquestra Sinfônica da UFRJ, sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá.

JUL 15, 16h
DellArte 2017 - YOA - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

YOA – Youth Orchestra of the Americas

Abrindo a programação do segundo semestre teremos a YOA Youth Orchestra of the Americas. Ela é integrada por instrumentistas altamente dotados do Hemisfério Ocidental, provenientes de 26 países. A Orquestra Jovem das Américas é dirigida pelo mexicano Carlos Miguel Prieto altamente conceituado nos Estados Unidos –, que atuará como regente do concerto. A solista convidada será Nadja Salerno-Sonnenberg, uma das violinistas mais aclamadas da atualidade.

AGO 3, 20h
DellArte 2017 - ANDRAS SCHIFF - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

András Schiff

O pianista húngaro András Schiff é um aclamado intérprete de Bach, Schubert, Mozart e Schumann. Ele trabalhou com boa parte das principais orquestras e regentes do mundo. De algum tempo para cá, passou a atuar também como maestro, apresentando-se todos os anos, entre outras, com a Philharmonia de Londres e a Orquestra de Câmara da Europa.

AGO 19, 16h
OPES - Série Portinari-1- cortada

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional.

AGO 26, 16h
DellArte 2017 - De Toulouse - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

L’Orchestre National du Capitole de Toulouse

Formado nos anos 1960, a partir da fusão da Orchestre du Capitole e da Orchestre Symphonique de Toulouse-Pyrénées, o conjunto, hoje integrado por 125 músicos, não tardou a conquistar uma posição de destaque no cenário internacional. A regência será de Tugan Sokhiev, que é diretor musical desta orquestra desde 2005. Um dos solistas é o jovem pianista Bertrand Chamayou é detentor de dois prêmios Victoires de la Musique Classique. Outro solo caberá à trompetista francesa Lucienne Renaudin-Vary, de apenas 17 anos, que também conquistou uma estatueta do Victoire de la Musique Classique, em 2016, na categoria Revelação Solista Instrumental.

OUT 30, 20h
OPES - Série Portinari-1- cortada

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional. Este concerto será realizado em parceria com o Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

NOV 4, 16h
DellArte 2017 - Capella Destaque Site - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

Cappella Mediterranea

A Cappella Mediterranea é um dos conjuntos de câmara que mais vem chamando a atenção no Velho Mundo nos últimos anos. Fundada em 2005 pelo maestro argentino Leonardo Garcia Alarcón, que fará a regência deste concerto, a orquestra deixa patente, a partir de seu próprio nome, a paixão pela música da bacia do Mediterrâneo. No programa será apresentada L’Orfeo, de Monteverdi.

NOV 12, 17H
C

Fundada em 1972 pelo Maestro Armando Prazeres, a Orquestra Petrobras Sinfônica completa 43 anos de existência reafirmando o compromisso que lhe deu origem: interpretar a tradição sinfônica sob uma ótica brasileira e atual, com o objetivo de aproximar novos públicos da música de concerto. Suas duas séries de concertos regulares no Theatro Municipal, Djanira e Portinari, têm trazido ao Rio de Janeiro solistas e regentes de destaque internacional.

NOV 17, 20h
DellArte 2017 - Nelson Freire - low
Série O Globo/Dell​'Arte Concertos Internacionais

Nelson Freire

Maior pianista brasileiro da atualidade, Nelson Freire conquistou o status de um dos mais brilhantes do mundo, sendo aclamado em toda parte, quer por suas apresentações lotadas, quer por suas premiadas gravações. Hoje, mais de cinco décadas após sua estreia, Nelson já tocou em mais de 70 países. Suas gravações obtiveram as mais altas honrarias da indústria fonográfica, com uma coleção de Diapason d’Or, Grand Prix du Disque, Victoire d’Honneur, Edison Award e Gramophone Awards.

NOV 22, 20h