Programação

mascaras -ok(1)

A ópera Um Baile de Máscaras de Giuseppe Verdi, uma coprodução do Theatro Municipal do Rio de Janeiro com o Kiel Theater, Alemanha, abre a temporada lírica de 2018, no dia 27 de abril. Em sua concepção, o diretor Pier Francesco Maestrini criou um mundo futurístico de grande impacto visual, por meio da projeção de imagens do videomaker Juan Guilhermo Nova. A versão de Maestrini manteve inalteradas as relações entre os personagens, sem perder de vista a coerência narrativa desta obra-prima romântica de Verdi. O espetáculo,que conta com o Patrocínio Ouro da Petrobras, que teve estreia mundial em janeiro deste ano, oferece ao público carioca a oportunidade de conhecer o que se tem visto recentemente em palcos internacionais.

unnamed

ABR 27 – 19h30, ABR 29 - 17h, MAI – 03,04 E 05 - 19h30, MAI – 06 - 17h
Foto 02 - Atalla Ayan Reduzido

Aclamado pela crítica como uma das vozes mais poderosas dos últimos tempos, Atalla Ayan, brasileiro de ascendência síria, é comparado ao grande Placido Domingo por sua potência e carisma no palco.

Convidado pelas grandes salas de espetáculo do mundo, o jovem paraense de 30 anos participa pela primeira vez da Série O Globo Dell’Arte Concertos Internacionais.

MAI 02 - 20h
Maria Pages - Foto Red

Mais uma obra magistral de María Pagés criadora premiadíssima que a partir do início de carreira com o grande mestre Antonio Gades desenvolveu uma linguagem própria, poderosa e marcante pela personalidade singular. Fundou sua companhia em 1990 e desde então não cessou de colaborar com os grandes da dança da nossa época de Barýshnikov a Sidi Larbi Cherkaoui.

A obra traz o título de um poema escrito pela freira Juana Inés de la Cruz que conta a vida e as inquietudes de uma mulher que tinha a vocação da dança no distante século 17. Acompanhada por 6 músicos, a peça é um compêndio de palavra, ritmo, canto e melodia, sapateado e percussão, humor e ironia, com uma protagonista humana e próxima.

MAI 11 - 20hs e MAI 13 - 16hs
Foto 03 - ORCHESTRE DE LA SUISSE ROMANDE Reduzido

 

Formação de reputação mundial, a orquestra foi criada em 1918. Dirigida atualmente pelo britânico Jonathan Nott e pelo maestro convidado japonês Kazuki Yamada, a orquestra congrega 112 músicos permanentes. A reputação do grupo foi construída graças a gravações históricas e à interpretação do repertório francês e russo do século 20.

Dirigida pelos mais importantes regentes dos últimos 100 anos, a Suisse Romande é um canal de difusão da perfeição da música desenvolvida na Suíça nas suas exibições nas mais importantes salas do mundo.

MAI 12 - 16h
Ballet de Santiago - Foto Red

Criatividade e rigor técnico são algumas das principais características do Ballet de Santiago, que tem a consagrada brasileira Marcia Haydée como sua diretora desde 2004. A companhia é um exemplo bem sucedido de parcerias com os mais criativos coreógrafos de nosso tempo, construindo espetáculos que fazem do Ballet de Santiago atualmente uma das companhias mais conceituadas do mundo. No Brasil, eles apresentarão o balé “Romeu e Julieta, a clássica história de amor que há séculos encanta o público em todo o mundo

AGO 9,10 e 11 - 20hs e AGO 12 - 15hs