Cia 455x214
Ballet

‘DEPOIS’ com a Studio3 Cia. de Dança

Concepção e direção coreográfica: Anselmo Zolla
Direção teatral: William Pereira
Direção musical: Felipe Venancio
Figurinos: Fause Haten

UM OLHAR POÉTICO SOBRE O PÓS-ESPETÁCULO.

O Studio 3 Cia. de Dança traz aos palcos seu novo trabalho,  o espetáculo “DEPOIS”

O coreógrafo Anselmo Zolla e o diretor teatral William Pereira construíram um roteiro onde o foco principal é uma companhia de dança e os acontecimentos, sentimentos e sensações provocados após o final do espetáculo. O processo de individualização dos bailarinos. O corpo coletivo que se dissolve em cenas íntimas, de memórias, reflexões e confrontos. Um espetáculo metalinguístico onde a dança reflete a própria dança e seus interpretes .

O Studio 3 Cia. de Dança possui uma especificidade única no panorama da dança brasileira: uma companhia onde diferentes gerações de artistas compartilham a mesma paixão pela dança, pelo movimento, pelo teatro. Uma pluralidade de histórias, trajetórias, corpos e técnicas.

“DEPOIS”  tem a participação especial da grande atriz-bailarina Marilena Ansaldi, num comovente solo sobre a passagem do tempo. O canto do cisne com a intensidade e poesia que sempre caracterizaram essa grande artista, precursora da dança-teatro no Brasil.

A trilha sonora do espetáculo se inicia com a Sétima Sinfonia de Beethoven – “a sinfonia da dança”- como uma celebração coletiva e gradativamente essa textura sinfônica se desdobra em música de câmara, solos, recriações de compositores como Schubert, Chopin e músicas compostas especialmente para o espetáculo pelo diretor musical Felipe Venâncio.

Fauze Haten criou os figurinos que dialogam com a dramaturgia do espetáculo. A solenidade e formalismo inicial que se transforma em trajes cotidianos, individualizados, unificados por uma paleta de cores que contrastam com a claridade do espeço cênico projetado pela Casa Goia.

A luz de Caetano Vilela pontua dramaticamente as cenas coletivas e cria espaços íntimos múltiplos e dinâmicos.

Sobre a Studio3 Cia. de Dança

A Studio3 Cia. de Dança é uma companhia brasileira de dança que tem representado o País no mundo todo em eventos significativos no cenário da dança, em cidades como Milão, na Itália, Paris, Lyon e Biarritz, na França, Regensburg, na Alemanha, Lisboa e Porto, em Portugal, e também nos palcos do Brasil. A criação da Studio3 Cia. de Dança representa a consolidação de um trabalho artístico cuidadosamente preparado pelo seu coreógrafo e diretor artístico Anselmo Zolla, sob a direção geral de Evelyn Baruque. Criada em 2005, a companhia hoje conta com 16 intérpretes em seu elenco, provenientes de diversas formações e origens profissionais.

Sobre Anselmo Zolla

Anselmo Zolla atuou como bailarino nos teatros alemães de Kaiserslautern e Wiesbaden. No exterior, onde permaneceu por oito anos, ele criou obras para as companhias Azet Dance Company, Teatro de Heidelberg, Teatro de Mannheim e Teatro de Kaiserslautern. No Brasil, trabalhou ao lado de Deborah Colker e também no Balé da Cidade de São Paulo e na Quasar Cia. de Dança. Atualmente é diretor artístico da Studio3 Cia. de Dança.

Ficha Técnica

DEPOIS   com a Studio3 Cia. de Dança 
Concepção e direção coreográfica: Anselmo Zolla
Direção teatral: William Pereira
Direção musical: Felipe Venancio
Figurinos: Fause Haten
Cenografia: Casa Goia
Participação: Marilena Ansaldi
Coreografias: Anselmo Zolla e elenco de intérpretes criadores
Ensaiadora: Liris do Lago
Desenho de Luz: Caetano Vilela
Relações Públicas/ Convidados: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho
Assessoria de imprensa: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho

JUN 15 , sábado - 20h00


 

Preços

Frisa e Camarote – R$100
Plateia e balcão nobre – R$100
Balcão superior – R$ 72
Balcão superior lateral – R$72
Galeria – R$ 36
Galeria lateral – R$36

Classificação etária: Livre

Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano s/n° – Centro

Lotação – 2.226 lugares

Ingressos na bilheteria ou no ingressorapido.com 

 

O Theatro Municipal é vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro

 “Alertamos que, nos dias de espetáculos, é proibida a entrada no Theatro usando bermuda e/ou chinelos.”