455x214 delarte

PINCHAS ZUKERMAN E ORQUESTRA SINFÔNICA DE BARRA MANSA

AMANDA FORSYTH, violoncelo

Virtuose admirado pelo expressivo lirismo, pela beleza peculiar de sua sonoridade e pela impecável musicalidade,
Pinchas Zukerman tem mais de cinco décadas de carreira. Ele excede seja na viola, no violino ou no pódio, como
regente das mais importantes formações camarísticas e sinfônicas do mundo, como testemunha sua discografia de
mais de cem álbuns. É também professor e um grande incentivador de talentos, tendo inspirado gerações de jovens
músicos, hoje com carreiras brilhantes. Atualmente cumpre sua décima temporada como Regente Convidado
Principal da Orquestra Filarmônica Real de Londres e seu quarto ano como Artista Associado da Orquestra Sinfônica
de Adelaide, na Austrália.
No programa o Concerto para violino em Ré maior, op. 61 de Beethoven, estrelado por Zukerman, e a belíssima
Sinfonia Nº 8 em Sol maior, op. 88 de Dvorák. Complementa o concerto Os Bosques Silenciosos, do mesmo
compositor, tendo a violoncelista Amanda Forsyth como solista.
A canadense Amanda Forsyth é uma das violoncelistas mais prestigiadas da América do Norte. Ao comentar um de
seus recentes concertos, o Ventura County Star da Califórnia afirmou que “das mãos de Forsyth brota pura magia”.
Ela conquistou reputação internacional como solista, camarista e violoncelista principal da Orquestra do Centro
Nacional de Artes do Canadá, onde atuou entre 1999 e 2015, e tem como marcas registradas uma intensa riqueza
tímbrica, técnica notável e excepcional musicalidade. Parceira de longa data de Pinchas Zukerman — é membro
fundador do Zukerman Chamber Players — apresenta-se com frequência ao seu lado em todo o mundo. Já foi solista
das mais prestigiosas orquestras.
A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa foi fundada em 2005 por Vantoil de Souza, que permanece até hoje como seu
diretor artístico e regente principal. Mantém, sem interrupção, sua temporada anual na Igreja Matriz de São
Sebastião, onde tem recebido, ao longo dos anos, importantes solistas e maestros nacionais e internacionais, muitos
dos quais realizam oficinas e ministram máster classes para os integrantes da orquestra. Além da temporada local, a
Orquestra também vem se apresentando nas principais salas de concerto do país. A OSBM já acompanhou as mais
importantes companhias internacionais de balé em suas turnês brasileiras, com destaque para os Balés do Teatro
Mariinsky de São Petersburgo e Bolshoi de Moscou.
AGO 22, quinta - 20h00


 

Preços

Frisa e Camarote – R$300
Plateia e balcão nobre – R$300
Balcão superior – R$ 180
Balcão superior lateral – R$ 180
Galeria – R$ 80
Galeria lateral – R$80

(meia-entrada para estudantes, idosos, Clube Sou + Rio-O GLOBO, Dell’Arte, Assinantes) (30% Site Dell’Arte e AATM) (10% Funcionário Público) 

Classificação etária: Livre

Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano s/n° – Centro

Lotação – 2.226 lugares

Ingressos na bilheteria ou no ingressorapido.com

 

O Theatro Municipal é vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro

 “Alertamos que, nos dias de espetáculos, é proibida a entrada no Theatro usando bermuda e/ou chinelos.”