Sem Título-2

Tempo Festival 2017 – Aquilo que mais eu temia desabou sobre minha cabeça

De um lado os criadores, artistas que primam pela inventividade. Do outro, o público à procura por novas experiências.

O TEMPO_FESTIVAL, Edição 2017, conecta esses dois polos com o intuito de dar contorno ao território a ser ocupado. Com essa premissa, o festival afirma que, no contexto do Brasil de hoje, mediar à relação entre o artista, a obra e o público só é possível através do transbordamento do desejo da realização.

Nesse sentido, a “OCUPAÇÃO THEATRO MUNICIPAL” permite uma morada temporária para o teatro. Palco, Assyrio, foyer, sala e camarim preenchidos de forma inédita, com estreias, lançamentos literários, encontros, registros cênicos e apropriações arquitetônicas originais, preenchem o primeiro fim de semana do festival.

Na mesma direção, inspirados na ideia nietzschiana de “ponte”, propomos “viver intensamente, indiferente aos atuais perigos e com a capacidade de atravessar de um lado para outro”. Nossa programação “BRASIL EM CASA”, alcança intimidade e adentra a sala de estar de sete casas distintas, com questionamentos sobre democracia e suas idiossincrasias.

TEMPO_FESTIVAL, em sua 8a Edição, investe na produção contemporânea e explora suas potencialidades de forma original e provocativa. Traçamos circuitos de ocupações artísticas e, exatamente por isso, fortalecemos nossa programação ao apresentá-la em módulos e ocupações convidativos ao público, em desenho demarcado para esta exploração.

A peça é um melodrama contemporâneo, atualização do tradicional gênero dramático do século XIX que combina texto e música, e tem como ponto de partida a história bíblica do livro de Jó. Esta é a segunda parceria entre o diretor, dramaturgo e ator carioca Pedro Kosovski e o diretor de óperas e musicais holandês Sjaron Minailo, que, no ano passado, se encontraram durante a HOBRA, Residência Artística Holanda Brasil. Adassa Martins, Carolina Virgüez e quatro músicos compõem o elenco desse trabalho inédito, que faz sua estreia mundial no TEMPO_FESTIVAL.

OUT 14 e 15 - 17h


 

Preços

Salão Assyrio : R$ 20,00 –  75 lugares

Classificação Indicativa: 16 anos

” Alertamos que, nos dias de espetáculos, é proibida a entrada no Theatro usando bermuda e/ou chinelos.”

“O Theatro Municipal do Rio Janeiro dispõe de meia entrada para:

Estudantes (mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) da UNE, UBES e ANPG )
Idosos 
Menores de 21 anos”