..

compre aqui seu ingresso

Não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camisa sem manga e chinelos.

 

 

Dias 03, 17 e 24, às 12h

SUOR ANGELICA
ÓPERA DO MEIO-DIA
Solistas do Coro do Theatro Municipal

 

A Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro apresenta a versão completa de Suor Angelica, de Giacomo Puccini no Projeto Ópera do Meio-Dia, que tem a tripla finalidade de divulgar a ópera, oferecer arte a quem trabalha no Centro durante a pausa para descanso e dar oportunidade aos integrantes do Coro de se apresentarem em solo ao público. Cada espetáculo do Projeto, apresentado no Foyer do Theatro Municipal – com figurinos, maquiagem, canto e cena, com acompanhamento de piano – tem duração de uma hora, com trechos de óperas ou mesmo obras completas que durem 60 minutos.

 

Esta ópera em ato único foi composta por Giacomo Puccini no início do século XX e tem somente personagens femininos. Com libreto de Giovacchino Forzano, aborda o drama de uma mulher diante da perda de um ente amado. Conta a história da jovem Angélica, que teve um filho fora do casamento – erro considerado imperdoável para a sociedade da época – e foi mandada por sua família aristocrática para um convento. Como foi forçada a entrar na vida religiosa contra a vontade, era de se esperar que ela fosse uma freira rebelde. Ao contrário do que se poderia imaginar, ela conquista todas as irmãs com a sua doçura e bondade. A vida no convento seria quase um paraíso, se não fosse a enorme vontade que Angélica tem de rever o filho, cruelmente arrancado de seus braços na tenra juventude. A rotina neste semiparaíso é subitamente abalada pela chegada da Tia Princesa, trazendo uma notícia fatal, o que levará a freira ao suicídio. Apesar de seu erro, Suor Angelica é uma criatura com grande capacidade de amar, enquanto a sinistra Princesa é incapaz de fazê-lo.

 

Música: Giacomo Puccini

 

Solistas:
Suor Angelica  -  Marianna Lima,  soprano
La Zia Principessa   -  Daniela Mesquita, contralto
Suor Genovieffa    -   Gisele Diniz, soprano
La Prima Sorella Cercatrice  -  Eliane Lavigne, soprano
Suor Dolcina / Una Conversa  -  Márcia Brandão, soprano
La Badessa  -  Andressa Inácio, contralto
La Suora Zelatrice  -  Vivian Delfini, mezzo-soprano
La Suora Infermiera  -  Hellen Maximiano, mezzo-soprano
La Maestra Delle Novizie  -  Rejane Ruas, contralto
Suor Osmina / Seconda Novizia  -  Eleonora Reis, soprano
La Seconda Sorella Cercatrice / Seconda Conversa  -  Katya Kazzaz, mezzo-soprano
Una Novizia  -  Beatriz Simões, mezzo-soprano

 

Pianista - Eliara Puggina

Direção Musical: Jésus Figueiredo

Direção Cênica: Rubens Lima Jr.
Direção Geral: Bruno Furlanetto

Foyer do Theatro Municipal

Capacidade: 100 lugares não marcados

 

Classificação etária: livre
Duração: 60 minutos
Preço único - R$ 5,00

 

 **Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto para crianças até 10 anos.

 

 

 

Dias 4, 5 e 6, às 20h
Dia 7, às 17h

GRUPO CORPO
ONQOTÔ / TRIZ

 

A companhia de dança contemporânea sediada em Belo Horizonte tem na bagagem 35 coreografias e mais de 2.200 récitas apresentadas. Atualmente, mantém dez balés em repertório e faz uma média de 70 récitas anuais, apresentando-se em lugares tão distintos quanto a Islândia e a Coreia do Sul, Estados Unidos e Líbano, Itália e Cingapura, Holanda e Israel, França e Japão, Canadá e México.

 

ONQOTÔ
Coreografia – Rodrigo Pederneiras
Música – Caetano Veloso e José Miguel Wisnik
Cenografia e Iluminação – Paulo Pederneiras
Figurino – Freusa Zechmeister

 

A perplexidade e a inexorável pequeneza do Homem diante da vastidão do Universo é o tema central de Onqotô, balé que, em 2005, marcou as comemorações dos 30 anos de atividade do Grupo Corpo.

 

 

TRIZ
Coreografia – Rodrigo Pederneiras
Música – Lenine
Cenografia – Paulo Pederneiras
Figurino – Freusa Zechmeister
Iluminação – Paulo Pederneiras e Gabriel Pederneiras

 

A sensação de estar sob a mira da mitológica espada de Dâmocles, suspensa por um tênue fio de crina de cavalo e o breve período de gestação deste balé, em 2013, se impuseram como o grande mote para a sua criação e também serviram de inspiração para o seu nome – Triz. Numa obra onde a ocupação do espaço reflete a intermitência e a dubiedade diabólicas operadas no tempo da música por Lenine, há uma série de duos femininos atuam como lenitivo com execução de suaves movimentos pelos bailarinos, que, nas formações de grupo, atuam em estado de tensão permanente, onde qualquer átimo, um triz que seja de imprecisão, pode ser fatal.

 

Preços:

Frisa e Camarote – R$600,00

Plateia e Balcão Nobre – R$100,00

Balcão Superior – R$80,00

Galeria – R$50,00

 

 

 

 

 

 

Dia 08, às 20h
ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA
CONCERTO ESPECIAL

Regência – Roberto Minczuk

 

Programa:
TRIBUTO A JOHN WILLIAMS

E.T. –  O Extraterrestre As Aventuras na Terra

Tubarão Tema

Jurassic Park Tema

Harry Potter e a Pedra Filosofal Tema de Edwiges
                                                              O Mundo Maravilhoso de Harry

Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida Marcha

 

   
   Intervalo

 

A Lista de Schindler – Tema
                                        Bairro Judeu (Gueto de Cracóvia – Inverno de 1941)
                                        Lembranças

 

Guerra nas Estrelas – Suíte
                                        Tema Principal
                                        Tema da Princesa Leia
                                        Marcha Imperial (Tema de Darth Vader)
                                        Tema de Yoda
                                        Sala do Trono & Tema Final

 

Preços:
Frisas e Camarotes –  R$ 1.050,00
Balcão Nobre – R$ 140,00
Plateia – R$ 100,00
Balcão Superior – R$ 60,00
Galeria – R$ 20,00

 

 

 

 

 

 

Dia 10 às 20h30

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE DRESDEN

Série Concertos Internacionais – Dell’Arte


Michael Sanderlingregente
Carolin Widmannviolino

 

Witold Lutoslawski – Pequena Suíte
Ludwig van Beethoven – Concerto para violino e orquestra em Ré maior, op.61
Johannes Brahms – Sinfonia Nº 1 em Dó menor, op. 68

 

Com seus 143 anos de história, a Filarmônica de Dresden é uma das mais tradicionais orquestras da Europa. Aberto aos novos ares, seu repertório se abre também à produção dos compositores contemporâneos, tendo comissionado recentemente obras de Sofia Gubaidulina, Rodin Shchedrin, Gija Kancheli e Michael Nyman.
Entre os regentes famosos que se apresentaram com a orquestra destacam-se Eduard van Beinum, Eugen Jochum, Joseph Keilberth, Erich Kleiber, Hans Knappertsbusch , Dennis Russell Davies, Michail Jurowski, Dmitri Kitajenko, Sir Neville Marriner, Kurt Masur, Andris Nelsons, André Previn e Yuri Temirkanov. Hoje seu regente principal é Michael Sanderling. 

 

Preços:
Frisa e Camarote – R$2.700,00
Plateia e Balcão Nobre – R$450,00
Balcão Superior – R$200,00
Galeria – Filas A a H - R$100,00
Filas I a K -  R$50,00
Galeria Lateral – R$100,00

 

 

 

 

 

 

Dia 12 de setembro, às 20h30
CHUCHO VALDES
Série Jazz All Nights – Dell’Arte

 


Chucho Valdés é indiscutivelmente a figura mais influente do moderno jazz afro-cubano, com uma trajetória coroada por cinco Prêmios Grammy e três Grammy Latinos. Pianista, compositor e arranjador, ele é um dos maiores pianistas e líderes de banda cubanos. Ao longo de sua carreira, trabalhou com os maiores nomes do cenário jazzístico mundial.
Conhecido por sua eletrizante presença cênica e por uma técnica soberba, Chucho tornou-se a figura mais influente da corrente musical conhecida como moderno jazz afro-cubano. Para dar forma e expressão à sua arte criou a Afro-Cuban Messengers, banda com a qual rodou o mundo e gravou uma extensa lista de CDs, sendo o último deles Border-Free, lançado em março de 2013. Os Messengers são Yaroldy Abreu (percussão), Dreiser Durruthy Bombalé (tambores e voz), Reinaldo Melián (trompete), Gastón Joya (baixo) e Rodney Barreto (bateria).
Em sua vitoriosa carreira, Valdés se apresentou nos mais diversos ambientes, indo do quadro intimista dos principais clubes de jazz dos Estados Unidos ao imenso Carnegie Hall de Nova York.

 

Preços: 
Frisas e camarotes – R$ 1.800,00
Plateia e balcão nobre – R$ 300,00 
Balcão superior – R$ 180,00 
Galeria – R$ 80,00

 

 

 

 

 

 

Dia 13, às 16h
Dia 14, às 17h
Dias 16 e 18, às 20h


MÚSICA & IMAGEM
O GAROTO, de Charles Chaplin
Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Regência: Tobias Volkmann

 

Primeiro filme de longa-metragem de Charles Chaplin, lançado em 1921, O Garoto transformou Chaplin em uma lenda viva.  Além da direção Charles Chaplin compôs as belas músicas, com arranjos em que os instrumentos de corda figuram exuberantes e os sopros soam leves em poéticas melodias. A cópia que será exibida é fornecida pelo instituto alemão European Filmphilharmonic.

 

 

Sinopse
Uma mãe solteira deixa um hospital de caridade com seu filho recém-nascido. A mãe percebe que ela não pode dar para seu filho todo o cuidado de que ele precisa. Ela decide abandonar a criança, prendendo um bilhete junto ao menino, pedindo que quem o achar cuide do seu bebê, e o deixa no banco de trás de um carro de luxo. Entretanto, o veículo é roubado por dois ladrões, que quando descobrem o bebê, o abandonam no fundo de um beco. Sem saber de nada um vagabundo faz o seu passeio matinal e encontra o bebê. Inicialmente ele quer se livrar da criança, mas diversos fatores sempre o impedem e, gradativamente, ele passa a amá-lo. De outro lado, a mãe se arrepende e tenta reencontrar seu filho, mas quando descobre que o carro foi roubado tem um choque, passando a crer que ela nunca mais verá sua criança.
Classificação etária: Livre
Duração: 60 minutos

 

 

Preços:
Frisas e Camarotes –  R$ 420,00
Plateia e Balcão Nobre – R$ 70,00
Balcão Superior – R$ 50,00
Galeria – R$ 18,00

 

 

Dia 13 às 20h
Orquestra Sinfônica Brasileira
Série Ametista III

 

Claus Peter Flor, regência 
ESTREIA COM A OSB

 

Programa: 
BEDŘICH SMETANA
Má Vlast (Minha Terra) – Poemas Sinfônicos completos

 

Preços:

Frisas e Camarotes -  R$ 1.050,00

Balcão Nobre – R$ 140,00

Plateia – R$ 100,00

Balcão Superior – R$ 60,00

Galeria – R$ 20,00

 

 

Dia 15, às 20h30
ORQUESTRA SINFÔNICA DE LUCERNA
SÉRIE CONCERTOS INTERNACIONAIS – DELL’ARTE

 

Renaud Capuçon, violinista
Orquestra mais antiga da Suíça, a Sinfônica de Lucerna não tardou a conquistar um status internacional. Esta orquestra é residente do KKL Luzern, um centro cultural e de convenções planejado pelo renomado arquiteto Jean Nouvel. Solidamente ancorado em Lucerna — cidade mundialmente famosa por sua efervescência musical — o conjunto apresenta uma série de ciclos de concertos anuais e atua como orquestra residente do Teatro de Lucerna. Na temporada 2011/12, James Gaffigan foi nomeado seu Regente Principal.

 

Solista – RENAUD CAPUÇON, violino
Regência – JAMES GAFFIGAN

 

Programa:
Johannes Brahms – Concerto para violino e orquestra em Ré maior, op. 77
Franz Schubert – Sinfonia Nº 9 em Dó maior, D. 944 - “A Grande”

 

Preços:
Frisa e Camarote – R$ 3.000,00
Plateia e Balcão Nobre – R$ 500,00
Balcão Superior – R$ 240,00
Galeria  Lateral e Frontal – Filas A a H - R$ 120,00
Galeria  – Filas I a K -  R$ 60,00 

 

 

 

 

Dia 17, às 20h
PHILHARMONIA ORCHESTRA
NELSON FREIRE, piano

VLADIMIR ASHKENAZY, regência 

Nelson Freire, piano

 

Vladimir Ashkenazy, regência

 

Fundada na Inglaterra do fim da II Guerra, em 1945, pelo legendário produtor da EMI Walter Legge, a Philharmonia Orchestra se tornou em poucos anos uma estrela de primeira grandeza no cenário sinfônico e se orgulha, atualmente, de ser a “orquestra nacional inglesa”. A Philharmonia esteve no Brasil pela primeira vez em 1963, em concertos memoráveis regidos por Sir John Barbirolli, Paul Kletzki e Igor Strawinsky.  Volta agora sob a batuta do brilhante maestro e pianista russo Vladimir Ashkenazy e acompanhado de uma das maiores estrelas brasileiras do cenário erudito, o pianista Nelson Freire, que completa em 2014, 70 anos de uma vida brilhante.

 

PROGRAMA:
Vaughan Williams                         The Lark Ascending*

Ludwig van Beethoven                Concerto nº5 para piano, em mi bemol maior, op. 73
                                                        “O Imperador”
                                                               Allegro
                                                               Adagio um poco mosso
                                                               Rondo (Allegro ma non troppo)
Jean Sibelius                                    Sinfonia nº 5, em mi bemol maior, op. 82                                         
                                                               Tempo molto moderato
                                                               Andante mosso, quasi allegretto
                                                               Allegro molto

(*) Participação em The Lark Ascending: Esther Yoo, violino

 

Preços:
Frisas e Camarotes – R$ 1.980,00
Plateia e Balcão Nobre – R$ 390,00
Balcão Superior – R$ 230,00
Galeria – R$ 140,00

 

 

 

 

Dia 20, às 21h
Dia 21, às 16h
Dias 23 e 24, às 20h30

 

MOMIX DANCE THEATER
Alchemia

 


Conhecido internacionalmente por apresentar trabalhos que mesclam criatividade e beleza física excepcional, o Momix é uma das mais celebradas companhias de dança do Ocidente. O grupo formado por bailarinos ilusionistas sob a direção de Moses Pendleton  volta ao Brasil com sua mais recente produção, Alchemia.
Espetáculo multimídia interpretado pelos fabulosos bailarinos acrobatas do Momix,  Alchemia mostra a essência do processo criativo, através dos fabulosos bailarinos acrobatas do Momix, uma obra cheia de invenção e humor. Do mesmo modo como o coreógrafo Pendleton guiou os espectadores do mundo todo em uma viagem surreal através das quatro estações em Botanica (apresentado no Brasil em 2010 e 2011), em Alchemia ele manipula os quatro elementos "clássicos" – terra, ar, fogo e água – para criar um espetáculo dono de uma estética emocionante e surpreendentes metamorfoses.

 


Classificação etária: 12 anos

 

Preços: 

Frisa e Camarote – R$ 1.680,00

Plateia e Balcão Nobre – R$ 280,00
Balcão Superior – R$ 160,00

Galeria – R$ 50,00

 

 

 

Dia 25 às 20h
 Orquestra Sinfônica Brasileira
Série Topázio III

 

Roberto Minczuk, regência 

 


Johannes Moser, violoncelo

 

Programa: 
HENRIQUE OSWALD
Sinfonia, Op. 43– Edição crítica de Ulisses Amaral
 ANTONÍN DVORÁK
Concerto para violoncelo em si menor, Op. 104, B.191

 

Preços:

Frisas e Camarotes -  R$ 1.050,00

Balcão Nobre – R$ 140,00

Plateia – R$ 100,00

Balcão Superior – R$ 60,00

Galeria – R$ 20,00

 

 

Dia 27, às 16h e às 21h
Dia 28, às 16h

COMPAÑÍA ANTONIO GADES / FUEGO
Temporada de Dança Dell’Arte

 

Homenageando o 10º aniversário da morte de Antonio Gades (1936-2004), a companhia criada para manter o legado do grande ícone da dança flamenca apresenta Fuego. Concebido por Gades e Carlos Saura, o espetáculo é inspirado no ballet El Amor Brujo, de Manuel de Falla, e estreou no Théâtre du Châtelet em Paris em 1989.

 

Preços:
Frisas e Camarotes –  R$ 1.800,00
Plateia e Balcão Nobre – R$ 300,00
Balcão Superior – R$ 180,00
Galeria – R$ 100,00
Galeria – R$ 50,00 (preço promocional para os 150 primeiros ingressos vendidos)

 

 

Dia 28 às 11h

Concertos da Juventude IV

Domingo no Municipal

 

Programa: Os Nacionalismos de Henrique Oswald

Regência: Roberto Minczuk
Participação especial do Coro de Crianças da OSB
Regência: Julio Moretzsohn

FRANCISCO M. SILVA / OSÓRIO D. ESTRADA - Hino Nacional Brasileiro
HENRIQUE OSWALD Sinfonia, Op. 43 – Edição crítica de Ulisses Amaral
Preço único - R$ 1,00
Vendas no dia do espetáculo a partir das 10h, na entrada principal do Theatro.

 

 

 

Os ingressos para frisas e camarotes são vendidos somente na bilheteria do Theatro Municipal. Os ingressos para plateia, balcão nobre, balcão superior e galeria também podem ser adquiridos através dos pontos de vendas telefônicas, remotas e do “site” da INGRESSO.COM, cuja operação seja a retirada de bilhetes na Bilheteria do Theatro Municipal, deverão ser  entregues na entrada do Salão Assyrius – acesso Av. Rio Branco, no período de 01 (uma) hora de antecedência da abertura do espetáculo.

 

Horário da bilheteria: 10h às 18h, após as 18h, venda apenas para o espetáculo do dia.

Segunda à sexta, sábados, domingos e feriados
Não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camisa sem manga e chinelos.
Bilheteria: Boulevard (entrada Rua Evaristo da Veiga)

 

mapa